23 dezembro 2014

Canal Abbott: Palestras Curtas sobre Mudança Comportamental

FotoInspire-se assistindo às palestras do TED, o evento com as maiores cabeças pensantes da atualidade, e prepare-se para revolucionar a maneira que você vê o mundo.  

Exemplos:








Para mais vídeos





ver mais

11 dezembro 2014

Reinaldo Polito no Papo de Líder

Eugênio Mussak, no "Papo de Líder", de 06/12/2014, conversa com Reinaldo Polito, mestre de oratória.

Notas extraídas do programa:

A melhor das técnicas é a naturalidade, pois conquista credibilidade. O entendimento é o meio; a credibilidade, o fim. É preferível ser natural e errar na técnica do que esmerar-se numa boa técnica sem naturalidade. 

Natural não significa que não devamos nos preocupar com conteúdo. Naturalidade não pressupõe negligência, erro. 

Uma pessoa que não tem domínio sobre o que faz, não tem domínio sobre o conhecimento, não tem autoridade, não tem credibilidade. O assunto deve transpirar naturalmente no orador. 

A arte de falar não se restringe à tribuna, ao palanque: ela é útil no escritório, em casa, no clube... 

Há 38 anos, quando começou a dar o curso, a idade média dos alunos era entre 35 e 45 anos; hoje, a média está em 22 anos, com predomínio do sexo feminino.   

O orador que não mostra interesse pelo assunto está fadado ao fracasso. 

Aquele que consegue explorar o seu potencial de comunicação de forma natural e espontânea torna-se carismático. 

Quer que cada aluno seja ele mesmo. 

Uma boa técnica: minha avó disse tal coisa...



ver mais

12 novembro 2014

Curso de Feng Shui: Algumas Notas

"Onde o vento é leve, a água clara, o sol brilha forte, as árvores são exuberantes." (Poeta desconhecido)

Feng Shui é uma filosofia milenar chinesa que visa usar as leis do Céu (astronomia chinesa) e da Terra para ajudar a melhorar a vida das pessoas ao receberem as energias positivas e negativas, Yin e Yang respectivamente.

As filosofias do Taoísmo, Budismo e Confucionismo formaram a cultura chinesa e, de certa forma, influenciaram o desenvolvimento do Feng Shui.

A tradição literal de Feng Shui significa "vento" e "água" e, juntas, essas palavras representam a harmonia e o equilíbrio. Esta arte milenar é baseada no fluxo de energia ou "chi" através do universo e sua influência em nossas vidas diárias.

De acordo com o Feng Shui, os relacionamentos, a riqueza, o sucesso e a saúde estão diretamente relacionados ao arranjo de nossos pertences.

O objetivo é equilibrar a energia para dar ao indivíduo maior felicidade, bem-estar e produtividade.

Chi, em linhas gerais, designa a força vital que dá vida às pessoas, que está em toda a parte, que permeia a sua casa, ambiente fisico, os rios, estradas, árvores etc.

Força oculta dividida em sha (negativa) e chi ou yun (positiva).

Tradicionalmente, o yin é o princípio escuro, feminino e receptivo, e yang é o princípio de luz, masculino ativo.

Em síntese, a arte do Feng Shui, literalmente, reside na capacidade de detectar e corrigir os desequilíbrios no fluxo dessas energias antigas através da observação, dos cálculos repetitivos e da implementação de metodologias consagradas pelo tempo.

Dez Mandamentos do Feng Shui Moderno

1 – Mantenha seu ambiente arrumado. Jogue fora os itens que você não usa. Material antigo pendurado em torno de seu espaço drena a sua energia;

2 – Manter apenas os objetos que são bonitos. Remover objetos que lhe tragam más lembranças. Se você olhar para os ornamentos e imagens que você tenha por perto, pergunte-se sempre se eles invocam pensamentos e sentimentos positivos;

3 – Se você possui itens que são úteis, mas você tem associações negativas com eles (por exemplo, um presente de um amante passado, onde o relacionamento azedou) o melhor a fazer é dá-los a alguém que possa fazer uso dele sem ressentimentos;

4 – Substitua as flores e as plantas murchas de imediato, uma vez que estes são uma fonte de sha chi. Preencha os seus potes e vasos com plantas e flores frescas e vibrantes. Caso tenha um quintal, corte a grama e se livre das ervas daninhas;

5 – Se você é fumante, evite amontoar pontas de cigarros no cinzeiro, a energia que emana deste produto não é boa;

6 – Em qualquer ambiente deixe entrar ar fresco e luz do sol regularmente, abrindo portas e janelas;

7 – Cemitérios e salas de funeral são lugares de sofrimento, por isso é melhor não estar localizado muito próximo a estes locais;

8 – No quarto, sempre dormir com a cabeça contra a cabeceira da cama ou uma parede sólida atrás de você. Se há espelhos em seu quarto, certificar-se de que eles estão posicionados de tal forma que você não pode ver o seu próprio reflexo enquanto está deitado na cama;

9 – Ao sentar em uma mesa prefira que tenha uma parede sólida atrás de você. Quando sentado, seja capaz de ver a porta e quem entra na sala, isto vai dar-lhe uma sensação de segurança;

10 – Em uma sala crie um ambiente propício ao relaxamento. Limpe as energias tocando músicas de piano.

O Feng Shui é, em suma, o estudo das relações entre o meio ambiente e a vida

humana. Descoberto pelos chineses, o Feng Shui tem sido praticado há séculos para conceber ambientes que melhorem as condições de sucesso na vida.

Cada cômodo da casa é gerador e canalizador de uma energia vital.

Observemos:

• A cozinha atrai a sua saúde financeira;
• O quarto está associado à saúde física;
• A porta de entrada principal determina a qualidade de sua vida etc.

Feng Shui não é:

• Um método para ganhar dinheiro que garante resultados impossíveis;
• Um sistema de crença supersticiosa ou mágica, ou um modismo da Nova Era em
que você desconecta da realidade ou de sua vida diária;
• A simples arrumação da casa ou uma reforma no jardim;
• Uma solução rápida de decoração;
• Um luxo que só os ricos e famosos podem pagar;
• Um sistema de ciência empírica testável em laboratório.

Fato ou falácia?

1 – Fato ou falácia: fogões de cozinha e instalações sanitárias não devem estar no centro da casa. 

De acordo com as teorias do Feng Shui, uma fonte volátil ou negativa de energia no centro da casa pode causar instabilidade, mau humor e problemas emocionais. Sendo um elemento fogo, o fogão tende a causar azia e prisão de ventre, enquanto o elemento água do vaso sanitário tende a causar depressão, resfriados e diarreia. Portanto é fato: fogões de cozinha e instalações sanitárias não devem estar no centro da casa.

2 – Fato ou falácia: muitas janelas deixam escapar energia. 

Em muitas casas modernas, especialmente aquelas com pontos de vista, há uma tendência para instalar janelas de chão ao teto. As janelas são como os olhos e o nariz de uma casa. Muitas janelas podem criar falta de privacidade, insegurança, permitindo assim que a energia escape. Elas também criam um desequilíbrio de energia, deixando muita luz ou energia yang dentro de casa. Portanto é fato: muitas janelas deixam escapar energia.

3 – Fato ou falácia: A cama nunca deve estar alinhada com o banheiro.

O banheiro é onde nós excretamos nossos resíduos e é considerado uma fonte de energia negativa que pode criar desequilíbrio. As camas são onde descansamos e nos reenergizamos. Direcionar a energia negativa do banheiro para a cama pode causar problemas de ordem física. Portanto é fato: não se deve alinhar a cama na direção do banheiro.

4 – Fato ou falácia: É ruim ter uma árvore em frente a sua porta ou portão.

A porta é a boca da casa onde as energias entram e saem. É onde as pessoas entram e saem da casa. Nada deve impedir este fluxo de energia. Em um nível psicológico, a porta principal é o caminho onde transitam todo o tipo de energia. Portanto é fato: não é aconselhável ter uma árvore em frente a sua porta ou portão.

5 – Fato ou falácia: portas dianteiras e traseiras não devem ser alinhadas, pois isso faz com que o dinheiro acabe.

A casa é uma extensão do corpo, a porta da frente é considerada a boca da casa onde a energia entra e sai. A energia segue um caminho, assim como a comida em nosso corpo segue um caminho. Da mesma forma, a energia deve ser distribuída por toda a casa. Quando a porta da frente, ou da boca, se alinha diretamente com a porta de trás, a energia entra e sai sem a distribuição dela por toda a casa. Portanto é fato: portas dianteiras e traseiras não devem ser alinhadas, pois isso faz com que o dinheiro acabe.


ver mais

09 novembro 2014

10 Mandamentos do Feng Shui Moderno

1 – Mantenha seu ambiente arrumado. Jogue fora os itens que você não usa. Material antigo pendurado em torno de seu espaço drena a sua energia;

2 – Manter apenas os objetos que são bonitos. Remover objetos que lhe tragam más lembranças. Se você olhar para os ornamentos e imagens que você tenha por perto, pergunte-se sempre se eles invocam pensamentos e sentimentos positivos;

3 – Se você possui itens que são úteis, mas você tem associações negativas com eles (por exemplo, um presente de um amante passado, onde o relacionamento azedou) o melhor a fazer é dá-los a alguém que possa fazer uso dele sem ressentimentos;

4 – Substitua as flores e as plantas murchas de imediato, uma vez que estes são uma fonte de sha chi. Preencha os seus potes e vasos com plantas e flores frescas e vibrantes. Caso tenha um quintal, corte a grama e se livre das ervas daninhas;

5 – Se você é fumante, evite amontoar pontas de cigarros no cinzeiro, a energia que emana deste produto não é boa;

6 – Em qualquer ambiente deixe entrar ar fresco e luz do sol regularmente, abrindo portas e janelas;

7 – Cemitérios e salas de funeral são lugares de sofrimento, por isso é melhor não estar localizado muito próximo a estes locais;

8 – No quarto, sempre dormir com a cabeça contra a cabeceira da cama ou uma parede sólida atrás de você. Se há espelhos em seu quarto, certificar-se de que eles estão posicionados de tal forma que você não pode ver o seu próprio reflexo enquanto está deitado na cama;

9 – Ao sentar em uma mesa prefira que tenha uma parede sólida atrás de você. Quando sentado, seja capaz de ver a porta e quem entra na sala, isto vai dar-lhe uma sensação de segurança;

10 – Em uma sala crie um ambiente propício ao relaxamento. Limpe as energias tocando músicas de piano.

Extraído de Curso Feng Shui do Curso 24 Horas



ver mais

06 novembro 2014

Ajustamento e Produtividade

AjustamentoEtimologicamente, ajustar significa acomodar, adaptar, amoldar. Em termos sociais, é a capacidade que um indivíduo tem de buscar a harmonia na sociedade em que vive. Para tanto, deve ter alguns comportamentos dentro da sociedade, de forma a adequar-se a ela, sem nenhum tipo de conflito. Produtividade é o resultado daquilo que é produtivo. Em termos econômicos, é produzir mais com os mesmos recursos.

Frustração. Obstáculo que é posto numa determinada meta, impedindo que o ser atinja o objetivo ao que tende pela sua própria dinâmica. No contexto motivacional, surge como um elemento estranho, que se impõe entre o próprio sujeito e os seus objetivos anteriormente programados. Conforme for o teor do obstáculo, o indivíduo pode se sentir sem forças suficientes para simplificá-lo. Por isso, o ajustamento. 

Diante da frustração, há dois tipos de comportamento;

1) O comportamento que exprime verdadeiro ajustamento: quando o indivíduo considera a frustração de maneira racional, objetiva e amadurecida, determinando uma conduta realmente eficiente na superação do conflito. 

2) O comportamento que exprime falso ajustamento: quando o indivíduo considera a frustração de maneira emocional, subjetiva e imatura, propondo, por conseguinte, comportamentos insuficientes frente à situação de conflito na qual se encontra. 

O correto é tratar o ajustamento como uma forma de auto-realização, que é um tipo de comportamento que muda de acordo com as circunstâncias, obrigando o sujeito a manter a fé e a confiança mesmo diante das piores contrariedades. "É necessário que indivíduo aceite as diferenças e reconheça que as dificuldades inter-pessoais não são conseguida pela violência e o isolamento, senão através da comunicação". 

Adaptemo-nos conscientemente às circunstâncias. Às vezes, a não concretização dos nossos desejos é um bem que ainda não temos capacidade de divisar.

Fonte de Consulta

BERGAMINI, Cecília Whitaker. Psicologia Aplicada à Administração de Empresas: Psicologia do Comportamento Organizacional. 3.ed., São Paulo: Atlas, 1982. 



ver mais

15 outubro 2014

Frases sobre o Dia do Professor

15 de outubro é o dia do professor

"Professor: o único profissional que forma todos os profissionais."

"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Carolina)

"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. 

Fazer é demonstrar que você o sabe.
Ensinar é lembrar aos outros, que eles sabem tanto quanto você. 
Vocês são todos aprendizes, fazedores, professores."

"Respeito todas as profissões. Cada uma tem seu valor, sua formosura. Mas todas elas nascem da minha. Ninguém é médico, advogado, dentista, doutor sem antes passar pelo carinho, pela atenção, pelo amor de um professor."

"O professor disserta sobre ponto difícil do programa. Um aluno dorme, cansado das canseiras desta vida. O professor vai sacudi-lo? Não. O professor baixa a voz com medo de acordá-lo." (Carlos Drumond de Andrade)

"Um mero professor apenas aponta o caminho das estrelas; um professor de verdade ajuda a alcançá-las." (Lídia Vasconcelos)

"Professor bonzinho é aquele que faz o aluno repetir todo ano: parabéns, tio; parabéns, professor; parabéns, mestre; um abraço, mestre."

"Se deres um peixe a um homem faminto, vais alimentá-lo por um dia. Se o ensinares a pescar, vais alimentá-lo toda a vida." (Lao-Tsé)

"O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas." (Jean Piaget)

"O professor é aquele que faz duas ideias crescerem onde antes só crescia uma." (E. G. Hubbard)

"Quem compartilha o conhecimento merece parabéns todos os dias."

"Se não fosse imperador, desejaria ser professor. Não conheço missão maior e mais nobre que a de dirigir as inteligências jovens e preparar os homens do futuro." (D. Pedro II)

"Não precisa estar junto para poder ensinar. Mesmo longe, no mundo virtual, encontramos professores que nos dão o caminho a ser seguido."

"Ensinar o caminho para o conhecimento é ter o dom de transformar vidas."

"Professor não é aquele que apenas ensina fórmulas e regras, mas sim o que desperta o aluno para a aventura da vida."

"Não existe tesouro mais precioso que o saber, e esse tesouro é você que transmite."

"Não se pode ensinar nada a um homem; só é possível ajudá-lo a encontrar a coisa dentro de si." (Galileu Galilei)

"Tenho seis regras que me ensinaram tudo o que sei: O quê?, Porquê?, Quando?, Como?, Onde?, e Quem?" (Rudyard Kipling)

"Um bom mestre tem sempre esta preocupação: ensinar o aluno a desenvencilhar-se sozinho." (André Gide)

"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você." (Richard Bach)

"Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende." (João Guimarães Rosa)






ver mais

12 setembro 2014

Força do Entusiasmo, A

ANOTAÇÕES DA PALESTRA "A FORÇA DO ENTUSIASMO", DO PROFESSOR GRETZ, POSTADA NO YOUTUBE  

Sábio é quem dá valor ao que tem, antes de perder!
Antes eu sonhava; agora eu não durmo.

Um rei chamou um sábio e perguntou-lhe:

1) Qual é o momento mais importante da minha vida? 
2) Qual é a pessoa mais importante da minha vida? 
3) Qual é a missão mais importante que se tem de fazer na vida?

Respostas do sábio:

1) O momento mais importante é o agora.
2) A pessoa mais importante é a que está do seu lado.
3) A missão mais importante é fazer essa pessoa feliz. 

Perguntaram ao John Lennon o que é a vida. Ele respondeu que a vida é aquilo que acontece enquanto fazemos plano para o futuro.

A primeira palavra da caixa preta do avião: "meu Deus!"

Divulgação do livro "Voando com a Águia - A Inteligência Espiritual como Fator de Mudança".

A águia tem uma meta, rapidez nos movimentos, desloca-se em tempo mínimo, adapta-se à realidade...  

"Boi lerdo bebe água suja." 

Nota de jornal: num concurso da mulher mais feia, o marido incentivou a inscrição da vencedora.

A menor distância entre duas pessoas é o bom humor.

O maior pecado é não ser feliz. Ninguém poderá me fazer infeliz sem o meu próprio consentimento.

"Quem revisita o passado frequentemente envenena o presente." 

A diferença entre otimista e entusiasta. O otimista é aquele que acha que tudo vai dar certo. O entusiasta é o que faz dar certo. 

Se você mudar, o mundo muda com você.


ver mais

10 setembro 2014

Aumentar a Inteligência

Notas do vídeo (YouTube) de uma palestra do professor Perluigi Piazzi.

O professor Perluigi Piazzi nos dá algumas dicas para estudar com eficiência. Começa dizendo que o nosso cérebro equivale a 1.500 computadores. Só que vem sem instruções. Aproveita e ressalta que a maneira (não é dicção, gramática) como ser humano fala é a maneira como ele pensa.

Deu ênfase à diferença entre aluno e estudante. Aluno é aquele que assiste à aula; o estudante, aquele que estuda a aula dada. Para ele, aula dada deve ser entendida como aula estudada, e no mesmo dia. Além disso, assistir à aula é coletivo, passivo. Estudar é solitário, ativo. Estudo eficiente implica escrever. Escrever no papel vai para o HD do cérebro; escrever no computador, para o HD do computador.

Bom professor é aquele que explica até o aluno entender.

Finlândia é o primeiro do mundo em educação. Por quê? Eles tem poucas horas de dia claro. O resto é noite. Os alunos assistem à aula de manhã; à tade estudam.

Um erro grave: os alunos conversam demasiadamente durante as aulas; não prestam atenção à matéria dada. Uma das causas é o uso excessivo da televisão e da internet.

Uma Universidade dos Estados Unidos fez uma experiência com alguns alunos, que quiseram servir de cobaia, ou seja, ficarem três dias sem celular e sem computador. Resultado: passaram a sentir os mesmos sintomas dos dependes de drogas: ânsia de vômito, febre, convulsões

O Hospital das Clínicas, em São Paulo, tem um setor denominado DESINTOXICAÇÃO DA INTERNET.




ver mais

08 setembro 2014

Coaching

Coaching é a relação que se estabelece entre o coach e o coachee. O primeiro designa o orientador, o instrutor, o facilitador; o segundo é o aprendiz, aquele que recebe instruções do coach. A finalidade do coaching é desenvolver as potencialidades do coachee, que se substanciam em gerência, saúde, entretenimento, entre outros. O seu desenvolvimento resume-se em quatro fases: eu preciso, eu quero, eu posso, eu mereço. Para ser um excelente coach, há um pequeno requisito: gostar de pessoas. 

A palavra “coach” surgiu pela primeira vez em 1500, na Inglaterra, e designava aquele que conduz uma carruagem para transportar pessoas de um lugar para outro. Em 1850 passou a ser usado nas universidades inglesas com o sentido de “tutor de pessoas”. Em 1950 é introduzido na literatura dos negócios como uma habilidade de gerenciamento de pessoas. Em 1960 falou-se das habilidades de coaching de vida. Em 1980 programas de liderança incluíram o conceito de Coaching Executivo e o mundo dos negócios começou a dar importância a este tema. Nos dias atuais, utiliza muitos princípios e práticas provenientes da área esportiva. 

O coaching pode ser dividido em 4 tipos: executivo, de vida ou pessoal, performance e liderança. O coaching executivo é aquele que tem como objetivo principal capacitar executivos para sua atuação profissional, visando a excelência na vida pessoal e no ambiente empresarial. O coaching de vida ou pessoal é capacitar as pessoas para que se auto-realizem conseguindo alcançar suas metas, tendo uma vida equilibrada baseada nos valores e em seu propósito de vida. Coaching de performance, também conhecido como Coaching do Desempenho, é a atividade voltada para destravar as habilidades naturais dos profissionais. Coaching de liderança é uma atividade que consegue reconhecer potenciais e desenvolver competências da equipe.

O coaching é diferente de terapia. Enquanto o terapeuta procura trabalhar causas passadas, o coach trabalha o presente e projeta o futuro do coachee. Coaching é diferente de consultoria. O consultor detém conhecimentos técnicos sobre uma determinada atividade. O coach trabalha com ideias no seu sentido geral. Coaching é diferente de mentoring (aconselhamento). O coach auxilia seu cliente a encontrar as melhores soluções sem dar conselhos. Coaching é diferente de autoajuda. Autoajuda é apresentar informações teóricas para ajudar as pessoas a encontrar o melhor caminho e atingir um nível de felicidade satisfatório. O coach é visto como parceiro, que ajuda seu cliente a melhorar e a crescer como ser humano, fazendo com que ele aprenda e consiga atingir seus objetivos de forma rápida.

O coaching serve para desenvolver a liderança em executivos, aumentar a performance de líderes e empreendedores, auxiliar a pessoa na ampliação de sua visão de mundo, prestar assessoria pessoal e profissional, construir equipes de alto desempenho, aumentar resultados pessoais em diferentes nichos/modalidades, desenvolver carreira e vida pessoal, auxiliar no planejamento, ajudar a adquirir habilidades e competências, entre outros. 

Há sempre novos termos, novas perspectivas, mas o problema básico continua o mesmo, ou seja, o autoconhecimento. Depois disso, a mudança comportamental que podemos realizar ao longo do tempo. 

Fonte de Consulta

ver mais

16 julho 2014

Líder em Mim

Entrevista de Eugênio Mussak com a psicopedagoga Sueli Bravi Conte, que aplica no Colégio Renovação em São Paulo, que ela dirige, a metodologia do "Líder em Mim", um programa baseado no livro Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes, do consultor Stephen R. Covey. 

1.º Hábito: Seja proativo

Procura incutir na criança a noção de iniciativa: levanta, arruma as suas coisas, escove os dentes. Não espere que os seus pais o mandem. 

2.º Hábito: Comece com um objetivo em mente

A criança começa muitas atividades e não termina nenhuma. Por que estudar língua? Por que praticar judô? Para quem não tem caminho, qualquer caminho serve. 

3.º Hábito: Eleja prioridades

Qual a prioridade da criança? Lição de casa. Com isso, forma-se uma rotina que dura a vida toda. 

4.º Hábito: Pensa ganha ganha

A criança só quer ganhar. Saber perder e aprender com a derrota. Lidar com a perda. 

5.º Hábito: Procure compreender para ser compreendido

Ouvir primeiro o pai, a mãe, o colega. 

6.º Hábito: Criar sinergia

Saber respeitar o trabalho do grupo. O todo é maior que a soma das partes. 

7.º Hábito: Afine o instrumento

O instrumento é você. Cuidar sempre do seu crescimento. 

Áudio da Entrevista

http://www.papodelider.com/page/2/

http://radio.estadao.com.br/audios/audio.php?idGuidSelect=2B4D79FBB14249B5A3F2A16D15C72CE6
ver mais

23 junho 2014

Inovação

A inovação não é um momento de iluminação divina, não é inspiração do Alto. É um exercício disciplinar, prático, recorrente e robusto. Foi desta forma que Valter Pieracciani, autor de "Usina de Inovações", iniciou o programa "Papo de Líder", com Eugênio Mussak, na Rádio Estadão, em 16/06/2014.

Todos nascemos inovadores. Observe quando éramos crianças: não tínhamos medo do ridículo; fazíamos coisas que contrariavam pais, avós e parentes próximos. Com a idade, fomos perdendo essa qualidade; deixamo-nos enquadrar no status quo das empresas, da sociedade, da educação. A nossa formação reflete mais uma ação de nos colocar numa forma. Por isso, vamos deixando de lado o nosso espírito infantil de inovação.

Apoiando-se em pesquisa, disse que há quatro atitudes comuns a todos os inovadores, aqueles que transformam criatividade em inovação, aqueles que põem as mãos na massa. Elas são: 1) sentir-se (ser sensível); 2) sonhar (evocar o poeta que há dentro de nós); 3) arriscar (não ter medo de experimentar); 4) Transformar (mudar o ambiente em que estivermos inseridos). Os grandes líderes deveriam incentivar os seus liderados a praticar essas atitudes, pois o Brasil, através dessas atitudes, pode aumentar a sua produtividade e ter mais condições de competir no cenário internacional.

À pergunta: como inovar num escritório de contabilidade, que tem os seus padrões mais ou menos fixos, responde que há vários tipos de inovações: 1) inovação do produto; 2) inovação do processo de produção; 3) inovação de gestão; 4) inovação do próprio negócio. Em um escritório de contabilidade poder-se-ia aplicar a inovação de gestão e dos negócios. Como atender melhor o cliente? Como gerar mais negócios dentro do ramo da contabilidade? 

No Canadá, abre-se e fecha uma empresa rapidamente e sem muita burocracia. No Brasil, a espera para se abrir é longa e mais ainda para se fechar. A razão é simples: no Canadá, confia-se mais nas pessoas; no Brasil, a desconfiança é muito grande. Para melhorarmos esse procedimento, tenhamos em mente o exemplo japonês dos cinco "por quês". Quer dizer, para toda e qualquer ação, façamos sempre cinco perguntas. 

A inovação pode ser aplicada em qualquer ramo de atividade: desde o papado até uma simples copeira. O papa Francisco, por exemplo, recentemente afirmou que o celibato poderia revisto, pois não é dogma, mas costume; a copeira escreveu os nomes das pessoas nas xícaras, a fim de fazer uma atendimento pessoal, ou seja, conforme o gosto de cada uma. 



ver mais

27 março 2014

Fazer-se Dono

Em qualquer organização, seja pública seja privada, há uma diretoria, uma equipe que cuida dos interesses administrativos. Quer queiramos quer não, a responsabilidade pelo bom ou mau andamento dessa organização depende dos seus dirigentes. Podemos culpar fulano e beltrano, mas o problema está em coordenar as atividades com o menor estresse possível. Alguns erros são dos outros, mas muitos deles são frutos da má escolha de pessoas que não estão talhadas para uma determinada função. 

Na outra ponta da organização, há os funcionários, os colaboradores, os operadores da empresa. E mesmo numa entidade, em que as pessoas são voluntárias, a disciplina vale da mesma forma, pois voluntarismo não quer dizer anarquismo. Cada indivíduo, dentro da empresa, deve se colocar no seu devido lugar: cada um recebendo ordens de seu superior hierárquico. E quando aquele que deve obedecer começa a mandar nos outros, a ocupar espaços que não são seus? 

Exemplo: numa sala destinada à aula há material alheio, estranho ao estudo. Pede-se para a pessoa retirar, mas ele se faz de dono e insiste em não retirar. Em outro local, a pessoa foi encarregada de cuidar da livraria. Ela é apenas encarregada, mas se faz dona da livraria, agindo do modo como lhe dá na telha. Poderíamos estender estes exemplos para outras áreas, como uma secretaria, uma tesouraria. 

Suponha que estejamos na condição de chefe e queiramos mudar o status quo. Como fazer? Poderíamos usar a força, mas esta é apenas uma reação, não uma ação. Há necessidade de se pensar em outros meios, como por exemplo, o convencimento pela palavra, pela ideia. No caso da sala de aula, pode-se fazer alusão aos fatores mesológicos, indicando que aquele dito material é um estorvo para a atenção dos alunos e um ruído na comunicação, pois tira a concentração de todos os presentes. 

O administrador deveria seguir o conselho de Sócrates: "Conheça a si mesmo". Nesse caso, há necessidade de controlarmos os nossos ímpetos de violência, principalmente quando estamos numa posição de comando. Podemos achar que a nossa responsabilidade nos dá autoridade para agirmos como quisermos. A filosofia taoísta sugere que devíamos tomar consciência do fato e deixarmos que as coisas sigam a sua trajetória. Para o taoísmo, o chefe deve ajudar o encaminhamento do problema e não forçar a sua solução.

Tenhamos em mente que tanto o problema quanto a solução estão dentro de nós mesmos. Culparmos este ou aquele é tempo perdido, pois as coisas dependem de como a avaliamos. 




ver mais

01 março 2014

Livro Digital: Oratória

SUMÁRIO
Apresentação
  1 — A Palavra
  2 — Etimologia e Semântica
  3 — Abrir a Mente para Aprender Mais
  4 — Aprender a Desaprender
  5 — Aprendizagem e Memorização
  6 — Aprendizagem e Psicologia Cognitiva
  7 — Aprendizagem e Rede de Computadores
  8 — Ensino e Aprendizagem
  9 — Relação Ensino-Aprendizagem
10 — Professor Emancipador
11 — Como Estudar e Como Aprender
12 — Argumentação
13 — Argumento e Argumentação
14 — A Arte de Argumentar
15 — Argumentação Científica
16 — Argumentando com o Auditório
17 — Argumentar: Convencer e Persuadir
18 — Debate e Refutação
19 — O Orador e suas Expectativas
20 — Conversação e Oratória
21 — O Orador e a Refutação
22 — O Orador e o Tédio
23 — Orador e Palestra Frustrada
24 — Confiança e Determinação
25 — Discurso
26 — Discurso: Lógica e Dialética
27 — Enunciação do Discurso
28 — Linguagem e Discurso
29 — O Discurso Político
30 — Persuasão
31 — Eloquência
32 — Aula versus Palestra
33 — Como Melhorar Gradativamente uma Palestra
34 — Como Preparar um Tema
35 — Medo de Falar em Público
36 — Diálogo
37 — Comunicação Genuína
38 — Existência e Comunicação
39 — A Arte da Audição
40 — Educar os Ouvidos
41 — Ouvir os Outros
42 — A Arte de Calar
43 — Leitura Eficaz
44 — Leitura em Voz Alta
45 — Desinibindo o Estado Mental
46 — Educar para o Futuro
47 — Cérebro e Alimentação
48 — Contador de Histórias
49 — Escrever: Exercício do Pensamento
50 — Avaliação

Bibliografia Consultada
Temas deste blog transformados em livro digital 

Está em: Kobo-Cultura  



ver mais