20 setembro 2016

Internet: para o Bem ou para o Mal

Depois da disseminação da internet, muitas coisas vão tomando outro rumo. Isso tudo envolve a construção e difusão do conhecimento. O antigo professor, que era o provedor de todo o conhecimento, tem que se adaptar com o conhecimento que acontece em tempo real. Sua função seria mais de um orientador, um facilitador de conhecimentos, e não o magister dixit

Jornais, músicas, livros e vídeos são fornecidos gratuitamente na grande rede de computadores. Gratuito não significa que não teve custo. Alguém pagou para que o produto circulasse na Internet. Para muitos, os vídeos publicados no Youtube transformaram-se em negócio, principalmente pela propagação dos anúncios ali postos. A televisão também mudou de conceito. Hoje, muitos jogam dados do notebook para o aparelho de TV. 

Esta rápida mudança na forma de comunicação é usada tanto para o bem quanto para o mal. Em termos benéficos, muitos encontram a solução de problemas somente pelo compartilhamento de sugestões e soluções de problemas em qualquer tipo de assunto. Em termos maléficos, os vírus de computador, o e-mail indesejado, a prostituição infantil e a disseminação da violência em várias partes do mundo. 

Sobre os diversos temas relacionados com a comunicação nos tempos modernos, Don Tapscott e Anthony D. Williams, autores de Wikinomics, escreveram o Macrowikinomics: Reiniciando os Negócios e o Mundo, em que nos mostram um futuro pronto para ser moldado por uma rede global de pensadores, especialmente pelo compartilhamento das descobertas e das pesquisas realizadas. 

Wikinomics é uma força da "colaboração em massa". Agora, a arte e a ciência da colaboração em massa nas empresas, se transforma em macrowikinomics: a aplicação da wikinomics e de seus princípios básicos à sociedade e a todas as suas instituições. 






ver mais