25 agosto 2015

Informática

Ao longo do tempo, o ser humano preocupou-se em construir aparelhos e ferramentas que fizessem os trabalhos rotineiros. Esta inquietação constante levou-o a pesquisar o conhecimento de novas técnicas e, com isso, melhorar o progresso da humanidade. No bojo dessas inovações, podemos situar a informática e seus desdobramentos.

O computador, que começou tímido, transformou-se num aparelho de uso cotidiano, tanto no aspecto pessoal quanto profissional. O importante é salientar que, além da moda, o computador deve ser visto como um fenômeno social, pois gera dúvidas e angústias em muitas pessoas. Cada vez mais setores da vida humana contam com o apoio da informática: telemática, robótica etc. 

O computador é uma máquina eletrônica que funciona por meio de impulsos elétricos. Sua característica principal é a grande capacidade de memória. Com as instruções de um programa, o computador processa a informação e produz um determinado resultado. Nas tarefas domésticas, um único computador é o suficiente. As empresas precisam de vários; daí, a rede de computadores que compartilha as informações entre eles. 

O computador distingue dois tipos de sinais: a passagem da corrente e o estado oposto. Ao primeiro atribuiu-se o valor 1, e ao segundo, o valor 0. A linguagem de máquina é composta por uma série de combinações de 1 e 0 (bits). O sistema informático processa-se através do software e do hardware. O hardware é a parte física; o software é a parte intangível (sistema operacional, linguagem de programação e os programas de aplicação). 

Ao tratarmos da informática, temos as aplicações gerais (processadores de texto, planilhas de cálculo, banco de dados), as aplicações especiais (o ambiente multimídia, a informação pública, o computador multimídia, o futuro das ferramentas multimídia), a cultura da informação (internet, conteúdos e serviço, programas de comunicação). 

Fonte: Temática Barsa - Tecnologia. 





ver mais